Praias fluviais de Proença-a-Nova dinamizam economia local

ESTRATÉGIA TURÍSTICA

Praia fluvial da Fróia

As cinco praias fluviais de Proença-a-Nova contribuem no verão para a criação de emprego sazonal e também para a dinamização do comércio e da hotelaria, disse o presidente do município à agência Lusa.

A primeira praia fluvial em Proença-a-Nova surgiu há cerca de 30 anos, com o padre António Sousa, referiu João Paulo Catarino.

O concelho tem atualmente cinco praias fluviais, duas das quais (Fróia e Malhadal) têm sido consideradas pela Quercus, nos últimos anos, praias de ouro.

Atualmente são, sem dúvida, uma grande resposta em termos turísticos que o concelho dá. Integram-se na estratégia turística de Proença-a-Nova e são o elemento central dessa mesma estratégia“, adiantou  o presidente da Câmara, João Paulo Catarino.

Apesar de não quantificar o impacto que as praias fluviais têm na economia local, o autarca adianta, no entanto, que, em regra, nos meses de julho e de agosto, de um modo geral, “a oferta hoteleira do concelho está completamente lotada“.

Praia fluvial da Cerejeira

Essas pessoas vêm muitos pelas praias fluviais e pela sua qualidade. Têm, com toda a certeza [as praias fluviais], um impacto muito grande na economia local“, refere João Paulo Catarino.

Temos a qualidade das águas certificada pelas sucessivas bandeiras e medalhas de ouro recebidas. São águas de nascente e puras, visto não existirem fontes poluidoras, e isso cria condições únicas para termos a natureza, a paisagem e também uma resposta balnear do agrado das pessoas“, sublinha o autarca.

A praia fluvial de Aldeia Ruiva, a cinco quilómetros da vila de Proença-a-Nova, tem sido classificada nos últimos anos com a bandeira de Praia Acessível.

Dispõe de uma cadeira anfíbia para quem tem mobilidade condicionada e a represa apresenta vários desníveis, permitindo o acesso seguro a banhistas de todas as idades. Além de um parque de campismo rural, dispõe de “bungalows”.

Inaugurada em 2007, a praia de Alvito é a mais recente do concelho. Situada num vale, à entrada da aldeia que lhe dá o nome, é o ponto de partida de um percurso pedestre de pequena rota através de antigas levadas.

O passeio conduz até à Cova do Alvito, povoação sem habitantes permanentes, mas bem preservada. A curta distância fica também a praia fluvial da Cerejeira localizada na ribeira do Alvito.

Praia fluvial do Malhadal

A praia do Malhadal, distinguida pela Quercus como praia de ouro em 2011, 2012 e 2013, dispõe de caiaques e gaivotas para aluguer e piscina flutuante com espaço para crianças.

Nas suas imediações encontra-se uma ponte filipina bem preservada e diversas azenhas. A abundância de carpas, barbos e bogas tornam o local ideal para os amantes da pesca e tem também boas condições para a organização e atividades para grupos.

A praia da Fróia, também considerada pela Quercus como praia de ouro entre 2011 e 2013, tem no enquadramento paisagístico, uma das suas mais-valias.

Nas proximidades, encontram-se as aldeias típicas de Pedreira e Oliveiras, onde dois artesãos trabalham ao vivo em xisto e cestaria.

Moinhos recuperados, duas pequenas cascatas e extensos solários, com zona fluvial para os mais pequenos, contribuem para valorizar um espaço que, além de condições naturais, oferece uma zona de restauração com esplanada aberta todo o ano.

*Jornal de Oleiros/Lusa

Esta entrada foi publicada em Destaques, Economia, Proença-a-Nova. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *