Escola de equitação muda de instalações e prepara o futuro

PICADEIRO TAVARES RAMOS

A Escola de Equitação Picadeiro Tavares Ramos, sediada no Fundão, mudou recentemente de instalações para junto às Quintas S. José na Aldeia de Joanes. O novo espaço, para além da realização de aulas semanais em picadeiro coberto e descoberto, permite ainda a realização de grandes eventos.

A promoção e desenvolvimento do hipismo fora de portas continua, estando previsto a realização do 1º Circuito Cova da Beira com início em maio e fim em setembro. Privados e freguesias irão apoiar a iniciativa que terá lugar em Valverde, Canhoso, Fatela, Soalheira, Orca, Silvares e Fundão, também com o objetivo de aumentar a experiência competitiva e a conquista de prémios aliciantes.

Dia 2 de agosto terá lugar o 3º Festival Hípico nas instalações da Escola Equestre, prevendo-se a presença de ilustres cavaleiros de todo o país, que têm sido visitas assíduas.

… e competem em Abrantes

 

Parte do grupo participante

No passado dia 1 de cerca de duas dezenas de cavaleiros e cavaleiras de Castelo Branco, Fundão e Covilhã, estiveram no Centro Hípico de Abrantes, em competição, onde representaram o Picadeiro Tavares Ramos.

Crianças, jovens e adultos disseram mais uma vez presente, sendo notório a sua evolução e conquista de lugares cimeiros nestas provas de obstáculos.

Na prova de Gincana e 0,30m participaram Ana Ramalhete, Carolina Ribeiro, Duarte Rocha, Mateus Rocha, Matilde Oliveira e Pedro Fiães, na prova de 0,50m alguns repetiram a participação, entrando também João Batista e José Fiães.

Entretanto na prova de 0,80m com 67 conjuntos Maria Matos/ Universo foi 2ª e Carlos Alberto/ Vitória 3º, participando também Ingride Fernandes/ Bitória. Já na prova de 1,00m com 50 conjuntos, Bruno Ramos / Ramadan foi 2º e Maria Matos/ Universo 4ª, tendo ainda participado Carolina Santos Pinto/ Velamour e Maria Marques/ Vicky.

Finalmente na prova 1,10m com 30 conjuntos Francisco Cavaca foi 3º com Ramadan e 4º com Uranio, destacando-se ainda Inês Fernandes/ Benhur e Catarina Ramos/ Canjoca.

 

Esta entrada foi publicada em Destaques, Fundão. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *