25 Abril, 40 Anos, 40 Depoimentos, hoje com António José Seguro

Hoje publicamos o último testemunho da série “25 Abril, 40 Anos, 40 Depoimentos” que nos trouxe desde dia 5 até aqui. Amanhã será tempo de balanço do que foi, do que pretendíamos do impacto que causou, das reações que aconteceram, das promessas não cumpridas e das respostas não dadas. Encerramos o conjunto de depoimentos com o testemunho daquele que era um jovem de 12 anos, há quarenta anos atrás e que é hoje um político reconhecido, respeitado, deputado na Assembleia da República e Secretário Geral do Partido Socialista e que se prepara para em 2015, pedir aos portugueses que lhe confiram a necessária confiança para conduzir o País no caminho da mudança. Falamos de António José Seguro, nascido em Penamacor e que tão amavelmente aceitou o convite endereçado pelo Jornal de Oleiros.

Onde se encontrava no dia 25 de Abril de 1974?

 

António José Seguro, Secretário Geral do Partido Socialista

Em Penamacor, minha terra Natal. Tinha 12 anos e estudava no ciclo preparatório. Os professores não deram aulas nesse dia. Toda a gente estava de ouvido colado à telefonia.

O que representa para si, passados 40 anos, o 25 de Abril?

A liberdade. A garantia do regime democrático. A oportunidade de concretizar sonhos individuais e a construção de um Portugal mais justo e próspero. Lamentavelmente, vivemos tempos contrários. Fruto da política do Governo, o nosso país está mais pobre e mais desigual. Os idosos vivem na incerteza do dia presente e os mais jovens adiam sonhos. Muitos portugueses foram obrigados a emigrar. Desde os anos 60 que o nosso país não conhecia uma vaga de emigração.

Mas Abril ensinou-nos que “tudo é possível” quando se quer e quando se luta. É esta a esperança que nos anima.


 

 

Esta entrada foi publicada em Destaques, Política. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *