25 Abril, 40 Anos, 40 Depoimentos, hoje com Fernando Serrasqueiro

O nosso convidado de hoje, já foi líder da Federação Distrital de Castelo Branco do Partido Socialista, já foi Secretário de Estado nos Governos de José Sócrates, atualmente é Deputado na Assembleia da República, eleito pelo PS. Há 40 anos era professor na Escola Comercial e acompanhava um grupo de alunos numa vista de estudo, em Lisboa. E a Revolução ali tão perto…falamos de Fernando Serrasqueiro, o autor do testemunho que trazemos até si hoje, amigo leitor!

1ª – Onde se encontrava no dia 25 de Abril de 1974?

 

Fernando Serrasqueiro, deputado na Assembleia da República eleito nas lista do PS no círculo eleitoral de Castelo Branco

 

A minha ida ao 25 de Abril

A 24 partimos para Lisboa. Acompanhava alunos numa visita de estudo, que organizei. Era professor na Escola Comercial após ter terminado curso superior meses atrás. Depois do jantar e digestão feita, seguimos até sítio de referência na altura. O Cacau da Ribeira, na Av. 24 de Julho, fazia terminar a noite com algum aconchego. Vi já vários militares em veículos, mas a minha ignorância nesta matéria presumia treinos. Ainda estava sem ter sido incorporado para a guerra. Surgem rumores. Consistentes. Prolongo a noite. Responsável pelos alunos, troco a cama por um banco na Rodoviária. Era aí a concentração e havia que decidir o que fazer. Sabia já que havia algo em marcha. A dúvida existia. Era a repressão da brigada do reumático sobre o golpe frustrado das Caldas, que acontecera dias antes? Ou o completar do que ficou a meio? As condições levam-nos a decidir regressar a Castelo Branco. Alguns alunos já não conseguiram transporte e ficaram com as famílias onde haviam pernoitado. Viagem atribulada e longa, com desvios impostos. Sem telemóveis, sem tv, restava a rádio do autocarro. Insuficiente. Foram várias paragens para comunicar com a família e saber notícias. Desencontradas. Chegamos tarde, mas os rostos de quem nos esperava indiciavam primavera. Afinal a excursão foi ao 25 de Abril e foi isso que ficou na memória para podermos contar. Dizer estive lá!

2ª – O que representa para si, passados 40 anos, o 25 de Abril?

Valeu a pena

Para quem, como eu, viveu o antes e o depois da Revolução bastou-me a alegria da mudança. Liberdade. Hoje pode parecer pouco, na época era o erguer do sol até então encoberto. Guerra. Perseguições. Fugas. Clandestinidade. Opressão. Mortes. Partido único. Repressão. Eleições fraudulentas. País isolado. Dificuldades. Pobreza. Atraso. Vivemos num ambiente bem diferente, apesar da vida dura dos últimos tempos. Agora somos nação livre e democrática. Temos nas mãos o nosso destino fruto duma revolução, original, sem mortes. Foi só há 40 anos!

 

Esta entrada foi publicada em Destaques, Política. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *