Vitória de Karek Hnik não belisca amarela

PENÚLTIMO DIA FALOU CHECO

O checo Karel Hnik (Etixx) venceu ao sprint a quarta e penúltima etapa da 32ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros que ligou, este sábado, Odemira a Santiago do Cacém numa distância de 159,2 quilómetros. Com este triunfo Hnik estreou-se a ganhar como profissional ao mesmo tempo que ascendeu ao terceiro lugar da classificação geral com mais 15 segundos que o líder Carlos Barbero. O espanhol da Euskadi esteve na discussão da vitória em Santiago do Cacém, mas acabou batido por Karel Knik após discussão vigorosa junto à meta. Eduard Prades (OFM/Quinta da Lixa) foi terceiro na etapa e manteve-se em segundo da geral, mas agora a 8 segundos do líder.

Karel Hnik vence 4ª etapa

A Volta ao Alentejo já não é uma novidade para Karel Hnik. No ano passado terminou em 21º lugar da geral, tendo sido o nono melhor jovem da competição. Se na primeira etapa da Alentejana de 2013 o checo conseguiu um segundo lugar na subida a Marvão, este ano viu sorrir-lhe a meta de Santiago do Cacém. “Foi muito difícil, porque os últimos 500 metros eram muito íngremes. A minha equipa colocou-me bem, mas foi muito intenso, explicou o jovem de 22 anos satisfeito com a prestação.

Por outro lado, Carlos Barbero mostrava-se desapontado com o resultado do dia: Estou com amargo de boca por não ter conseguido ganhar e dedicar a vitória à minha equipa pelo grande trabalho que tem feito. Controlei a etapa com os meus colegas, na chegada coloquei-me bem, mas não consegui superar o adversário [Karel Hnik].

De Alcácer do Sal a Évora

Corre-se este domingo, 30 de março, o derradeiro dia de competição alentejana que começa em Alcácer do Sal junto ao tribunal. Quando a partida for dada às 11h15 faltarão 173 quilómetros para se conhecer o vencedor da 32ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros. As metas volantes de Vendas Novas, Pavia e Arraiolos e o prémio de montanha de 4ª categoria, às portas de Montemor-o-Novo, são pontos “quentes” de uma jornada que terminará em festa na Praça do Giraldo, coração da cidade de Évora, que não recebia a visita da “Alentejana” desde 2010.

Esta entrada foi publicada em Desporto. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *