Prades vence etapa e Barbero veste Amarela

TRIUNFOS EM ESPANHOL NA 2ª ETAPA

Eduard Prades (OFM/Quinta da Lixa) venceu esta quinta-feira, 27 de março, a segunda tirada da 32ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros que ligou Sousel a Montemor-o-Novo numa distância de 192,7 quilómetros. O corredor da equipa portuguesa atacou nos últimos 300 metros, teve resposta dos adversários, mas acabou por ser o primeiro a cortar a linha de meta. Carlos Barbero (Euskadi), segundo classificado na inédita chegada junto ao castelo montemorense, é agora o novo Camisola Amarela Liberty Seguros.

Eduardo Prades vencedor da 2ª etapa

Esta é já a terceira vez que Barbero vem à Alentejana e no ano passado o espanhol de 22 anos acabou classificado em nono lugar. Este ano, chega à “Amarela” no segundo dia de competição: “foi uma etapa tranquila onde conseguimos colocar um homem na fuga, apesar da Team Ecuador ter controlado sempre a corrida. A chegada no empedrado foi muito dura, mas agora vamos lutar e usufruir da Camisola Amarela” concluiu, o homem da Euskadi.

Carlos Barbero novo Camisola Amarela

Prades viu a equipa trabalhar durante toda a etapa, mas admite que o objetivo não era chegar à Amarela, lutávamos pela vitória na etapa que estava pensada para o meu colega Delio Fernandez. Nenhum dos corredores que está na frente pode ganhar muito tempo” o corredor da OFM/Quinta da Lixa remata que “as bonificações que vão fazer a diferença.”

Barbero, para além de ser o novo Camisola Amarela Liberty Seguros, acumula também a Camisola Verde Crédito Agrícola da classificação por pontos. O anterior líder da competição Byron Guama veste a Camisola Castanha Delta Cafés símbolo do melhor trepador e Tanner Put (USA Cycling) é o novo líder da juventude, Camisola Branca RTP.

De Redondo a Mértola

A meio da prova cumpre-se a tirada mais longa da 32ª Volta ao Alentejo Liberty Seguros que vai ultrapassar as duas centenas de quilómetros. A concentração da caravana desta sexta-feira faz-se junto da Câmara Municipal de Redondo onde a etapa começa às 10h35. As metas volantes estarão instaladas em Reguengos de Monsaraz, Serpa e Mértola. A primeira passagem por Mértola acontece quando faltarem cerca de 50 quilómetros para a meta final instalada junto aos Bombeiros Voluntários, que espera os corredores por volta das 16 horas.

Esta entrada foi publicada em Desporto. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *