Espaço de cozinha promove produtos da Raia

EM LISBOA

Armindo Jacinto na visita à Cooking Lisbon

Nasceu um novo espaço de aulas de cozinha. Situado em Lisboa, o Cooking Lisbon resulta de uma parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e insere-se numa estratégia de criação de canais de comercialização para os produtos locais. Ao mesmo tempo, a iniciativa promove o concelho enquanto destino turístico inovador e sustentável.

No Cooking Lisbon, os turistas de todo o mundo podem aprender receitas tradicionais portuguesas, patrocinado pelos produtos regionais Terras da Idanha, marca registada pelo Município de Idanha-a-Nova.

O espaço tem um conceito inovador em Portugal, desenvolvido por Filipe Cordeiro, gerente da empresa de animação turística Different Portugal, que opera em todo o país a partir de Idanha-a-Nova, e por Luís Lopes.

Quatro chefes de cozinha colaboram no projeto e ajudam os turistas a colocar as mãos na massa e preparar uma refeição que inclui entradas/sopa, prato principal e sobremesa – tudo bem português e acompanhado por vinhos criteriosamente selecionados.

Além de organizar aulas de cozinha, jantares privados e visitas guiadas a mercados locais, a Cooking Lisbonfunciona como mostra de produtos nacionais”, explica Filipe Cordeiro. A prioridade, neste aspeto, é dada à divulgação da cultura e produtos do concelho de Idanha-a-Nova, onde o empresário tem raízes familiares.

Queremos que este espaço seja um ponto de encontro dos produtos da região de Idanha-a-Nova. Através de degustações, pretendemos dar a conhecer na capital um pouco do que o concelho tem para oferecer, para quem não se pode deslocar até ao território”, afirma Filipe Cordeiro, que através da Different Portugal organiza passeios privados por todo o país.

Queijos, vinhos, azeites, enchidos, bolos, perdiz de escabeche, empadas, patés e enchidos de caça são algumas das iguarias promovidas pelo projeto Terras da Idanha, atualmente à venda em mais de 200 lojas gourmet e de proximidade por todo o país

O espaço Cooking Lisbon fica situado no número 10 da Travessa Enviado de Inglaterra, em pleno coração de Lisboa.

Esta entrada foi publicada em Destaques, Economia, Idanha-a-Nova. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *