Veteranos empatam em jogo cinzento

NUMA TARDE DE VENTO E FRIO

CLUBE DE FUTEBOL VETERANOS DE CASTELO BRANCO – 3
ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE MAÇÃO – 3

José Ribeiro e Costa Alves

Ainda não foi nesta jornada que os veteranos de Castelo Branco fizeram as pazes com as boas exibições que nos vinham habituando neste campeonato, porque também o adversário, Associação Desportiva de Mação, não era presa fácil e vinham com a missão de discutir a vitória e redimirem-se da goleada que os de Castelo Branco lhes tinham infringido na primeira volta no seu campo.

Numa tarde que devia ser de Primavera mas que não foi, o vento e o frio foram os ingredientes a condizer com um jogo cinzentão, sem chama de parte a parte e em que todos os intervenientes estavam com o pensamento em qualquer outro lado, mas não no Campo nº 1 do Parque Urbano de Castelo Branco onde decorria o jogo.

Na primeira parte os da casa foram os primeiros a marcar num remate cheio de intencionalidade de Luís Pinheiro, com os forasteiros a reagirem de imediato e a igualarem, situação que durou poucos minutos pois os veteranos de Mação adiantarem-se no marcador sem o merecerem, com um golo caricato e que contou com a ajuda do vento que se fazia sentir com intensidade o que durou até que o inconformado Luís Cunha restabeleceu a igualdade com que terminou a primeira parte.

Na segunda parte o jogo continuou sem sabor, frio e nem um golo para cada lado despertou as equipas para um outro tipo de futebol que têm obrigação de apresentar pelos valores individuais que dispõem nos seus planteis.

No final o empate ajusta-se ao que se passou dentro das quatro linhas, penalizando mais os veteranos de Castelo Branco que jogando em casa tinham a obrigação de fazer melhor.

Equipa dos Veteranos de Castelo Branco

A equipa apresentou: Luís Barroso, Manuel dos Santos, Rui Delgado (Cap.), António Henrique, Alfredo Sequeira, Nuno Fonseca, Francisco Lopes, Carlos Ventura, Luís Pinheiro, Vítor Salvado e Luís Cunha e ainda João Alfredo e Mário Vale
Orientador: Nuno Fonseca
Golos: Luís Cunha (2) e Luís Pinheiro

Depois do jogo e no jantar que decorreu numa unidade hoteleira da cidade, o Clube de Futebol Veteranos de Castelo Branco realizou um momento de intervenção cultural que contou com a participação de Costa Alves e José Ribeiro do Grupo de Teatro Mãos ao Ar, que declamaram poemas relacionados com o futebol e de “tiradas” humorísticas do vocabulário utilizado pelos diversos intervenientes neste apaixonante jogo a nível nacional.

Também e num gesto de solidariedade entregaram uma grande quantidade de brinquedos, roupa e géneros alimentares à Cruz Vermelha Portuguesa que se fez representar no referido jantar.


Esta entrada foi publicada em Castelo Branco. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *