2º Festival Literário já iniciou em Alcains – Hoje em Castelo Branco

SESSÃO INAUGURAL NO AUDITÓRIO DO CENTRO CULTURAL DE ALCAINS

O amor anda no ar no 2º Festival Literário de Castelo Branco

O tema proposto desta primeira sessão era Coração: O coração é um músculo literariamente sobrevalorizado. Moderado por Tito Couto e na companhia de Florentino Beirão, escritor e historiador, um homem da casa, Maria João Fernandes, poetisa e crítica de arte, Maria Manuela Viana, escritora e Luís Miguel Rocha, o primeiro autor português a entrar para o top do The New York Times e o mais vendido.

A noite foi de intensa conversa à volta do coração, ou melhor do amor ou do não amor na literatura.

Em tempos tão conturbados seria de supor que o amor não tivesse mais lugar na escrita, independentemente da forma como é expressa ou porventura fosse palavra e sentimento pouco usual nos tempos de hoje. Desenganem-se os arautos da tristeza, da guerra ou do ódio. O amor está presente não só na escrita portuguesa, mas em toda a escrita espalhada pelo mundo. Até mesmo quando não parece.

Esta terá sido a conclusão a retirar da conversa desta primeira noite do 2º Festival Literário de Castelo Branco que decorreu no Auditório do Centro Cultural de Alcains e que nem uma noite fria de um inverno rigoroso conseguiu afastar uma assistência que praticamente encheu a sala.

Começa bem esta edição do festival.

Florentino, Maria João, Tito e Mª Viana


Hoje é dia para duas sessões públicas, com entrada livre: a primeira, pelas 15 horas, na Biblioteca Municipal de Castelo Branco com Fernando Dacosta e José Pires subordinada ao tema O Botequim da Liberdade: a propósito dos 40 anos de boas e más memórias e uma outra à noite no Cine -Teatro Avenida às 21 horas, sob o lema Cabeça: Mudámos o chip, esta com a presença de André Letria, António Torrado e Fernando Dacosta e moderação de Tito Couto.

* O Jornal de Oleiros no 2º Festival

Luis Miguel Rocha

Hoje em Castelo Branco

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *