Lince reintroduzido na Malcata já em 2016

PENAMACOR

Lince reintroduzido na Malcata em 2016

O presidente da Câmara Municipal de Penamacor, António Beites, anunciou que a reintrodução do Lince na Serra da Malcata nunca será feita antes de 2016.

Serão criadas, durante o primeiro semestre deste ano, em todo o território da área protegida, três parques que vão receber o projeto de introdução do coelho bravo, a base alimentar do lince e sem o qual a sobrevivência do felino é impossível, pelo que só depois, daqui a dois anos, será avaliada a situação.

“O que está previsto é durante o primeiro semestre do ano começar o processo de criação de três parques no perímetro da RNSM entre Penamacor e Sabugal para a introdução do coelho bravo. Penamacor vai disponibilizar um funcionário para fazer a gestão desses parques”, afirmou o autarca à Rádio Cova da Beira.

O projeto terá a duração de dois anos e portanto só em 2016 será possível fazer a avaliação no sentido de saber se estão reunidas as condições para reintroduzir o lince ibérico na Malcata.

Recorde-se que esta espécie, vai ser libertada já este ano no Alentejo, que vai receber os primeiros exemplares criados no centro de reprodução de Silves.

António Beites, conjuntamente com o autarca do Sabugal irá em breve convidar o Ministro do ambiente para visitar a zona da Malcata, com o intuito de chamar a atenção do responsável ministerial para as restrições existentes naquela área: “o que os dois municípios pretendem é que nos autorizem a ter algum poder de influência nos territórios da Malcata, com a possibilidade da realização de algumas atividades que até agora são difíceis de executar, visando a manutenção do habitat, isso não está em causa, mas queremos potenciar o território da Reserva que neste momento não está a ser potenciado, é tentarmos em termos turísticos, abrir a reserva à comunidade”, diria ainda o edil penamacorense.

Lince Ibérico

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Penamacor. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *