Unidades de Produção Local apoiadas pela Câmara de Idanha

NO ÂMBITO DA 2ª FEIRA DE CAÇA E GASTRONOMIA

Município apoia instalação de Unidades de Produção Local

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova está a apoiar os produtores do concelho na qualificação e licenciamento da sua atividade, dispondo de uma equipa pluridisciplinar capaz de intermediar o processo junto dos interessados.

Desse modo contribui-se para a dinamização e incentivo da economia familiar local enquanto fonte de rendimento para algumas famílias da região.

Neste sentido e enquadrada na realização da 2ª Feira de Caça & Gastronomia que decorreu este mês nas Termas de Monfortinho, o Município organizou uma sessão de esclarecimento sobre Licenciamento de Unidades de Produção Local e Comercialização de Produtos Regionais e Caça na qual participaram dezenas de pequenos produtores.

A ação mobilizou potenciais promotores de unidades de produção local e contou com a colaboração da Direção de Serviços de Alimentação e Veterinária da Região Centro (DSAVRC), no sentido de apoiar os produtores no cumprimento de todas as exigências legais necessárias ao desenvolvimento da sua atividade.

As unidades de produção local podem fornecer pequenas quantidades de produtos primários diretamente ao consumidor final ou a estabelecimentos de comércio retalhista local que abasteçam diretamente o consumidor final.

O encontro foi antecedido por uma visita a algumas destas unidades, na sexta-feira, igualmente com a colaboração da DSAVRC. Entre outras instalações, foram visitadas unidades de produção de queijos, enchidos, cogumelos, bolos secos, mel e licores do concelho de Idanha-a-Nova.

O apoio à atividade económica local é fundamental na visão estratégica do Município de Idanha-a-Nova para o desenvolvimento sustentável do mundo rural, coincidindo em 2014 com o Ano Internacional da Agricultura Familiar, consagrado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Os produtos Terras de Idanha são hoje comercializados em mais de 200 pontos de venda no país, no âmbito de uma estratégia de criação de circuitos de comercialização. Queijos, vinhos, azeites, enchidos, bolos, empadas, perdiz de escabeche, enchidos e patés de caça são algumas das iguarias promovidas por este projeto com o selo de confiança do Município.

Hortas de Idanha

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Idanha-a-Nova. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *