Alunos de violino do IPCB brilham em 2013

A classe de violino dos professores Augusto e Alexandra Trindade, docentes do IPCB/ Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco tiveram um ano de glória em 2013, ao colocar quase uma dezena de alunos em diversas orquestras nacionais e internacionais.

Logo no início do ano, Nuno Vasconcelos, Tiago Santos, Oksana Kurtash e Ana Catarina Pinto foram selecionados para a The World Orchestra, um projeto educacional internacional único em que os seus músicos oriundos de todo o mundo são embaixadores culturais da Fundação para uma Cultura de Paz.

Em março, foi a vez de Vasken Fermanian ser eleito para a World Youth Orchestra, fundada em 2001 e nomeada, em 2002, Embaixador da Boa Vontade da UNICEF. Esta formação integra jovens músicos que representam os cinco continentes e é um projeto que visa fortalecer valores culturais e humanos múltiplos através da linguagem universal da música.

Ainda em março, Joana Viana foi apurada para a final da The European Union Youth Orchestra, uma das mais prestigiadas orquestras e dinâmicas do mundo, que reúne jovens músicos talentosos de todos os países da União Europeia.

Criado para captar os melhores alunos do ensino superior e os mais talentosos do país, o projeto Orquestra “Jovem” Gulbenkian, sob a direção do maestro Paul McCreesh e Joana Carneiro, selecionou Nuno Vasconcelos, Tiago Santos, Ana Catarina Pinto, Vasken Fermanian, Joana Viana, Gisela Santos e Catarina Bastos. Neste estágio, Vasken Fermanian foi eleito para concertino e Catarina Bastos para chefe de naipe dos segundos violinos.

Já em novembro, Nuno Vasconcelos foi escolhido para a Orquestra de Câmara Portuguesa, fundada em 2007 por Pedro Carneiro, com o objetivo de criar um ensemble de excelência que funcione como plataforma de lançamento de novos intérpretes e promova a sua integração no mercado de trabalho internacional da música.

Para o docente do IPCB/ ESART, Augusto Trindade, a seleção deste naipe de alunos não é mais do que o resultado de um trabalho de muito esforço e exigência, com objetivos pedagógicos bem definidos.

Finalmente Augusto Trindade, após a conclusão do mestrado em artes no Conservatório Estatal de S. Petersburgo, na Rússia, integrou o corpo docente do IPCB em setembro de 2000 e tem realizado inúmeras masterclasses em Portugal e no estrangeiro. É, atualmente, diretor artístico do Festival Internacional de Música de Verão de Paços de Brandão e concertino da Camerata Nov’Arte. Alexandra Trindade é chefe de naipe da referida Camerata e iniciou o seu trabalho no IPCB em 2006, contando no seu currículo com vários prémios de mérito e alunos premiados de todas as idades. Ambos frequentam o doutoramento na Universidade da Extremadura em Espanha.

Trindade no IPCB

* Com José Lagiosa

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *