INQUIETUDE, por José Lagiosa

Inquietude

Ano Novo, vida nova

Entrámos em 2014.

Ano Novo

 Habitualmente, costumamos desejar a amigos e familiares que o Novo Ano seja muito feliz.

Não sei se para este ano as melhores palavras serão estas.

2014, deveria ser o ano de viragem das dificuldades que os portugueses têm vindo a enfrentar e ser o princípio de um novo começo.

Os portugueses que têm vivido inúmeras e dolorosas privações, têm feito pesados sacrifícios, principalmente aqueles que estão no desemprego, os que emigraram, os idosos e sozinhos e ainda todos aqueles portugueses, que foram atingidos pelo drama da pobreza.

É urgente um novo rumo. Temos que ousar construir um país mais justo.

Um país e um novo tempo que aposte na criação de riqueza e emprego, um país que invista nas pessoas.

Mas se o desafio se coloca a nível coletivo, individualmente muitos de nós, também terão com o novo ano, novos desafios.

É o meu caso. Início aqui uma nova fase da minha vida ligada à Comunicação Social. Depois de seis anos a colaborar com o Povo da Beira, vinte e um meses com a Gazeta do Interior, uma experiência radiofónica de parceria com o meu amigo José Manuel Alves, na Rádio Beira Interior, com o programa Zénite e os 22 programas televisivos Entre Olhares, na CasteloBranco.TV, em conjunto com o meu agrade companheiro e amigo José Pires, é agora o tempo de aceitar um desafio lançado a alguns meses atrás, pelo meu querido amigo Paulino Balão Fernandes, que tive a ocasião de reencontrar, ao fim de 35 anos, em Cambas, Oleiros, por ocasião da comemoração do 3º aniversário do Jornal de Oleiros. Pelo caminho ficaram alguns meses de trabalho como colaborador, algumas conversas sobre o futuro e muita insistência do Paulino para que aceitasse o desafio de trabalhar mais aprofundadamente neste projeto. E eis que chegámos aqui. É verdade, passo a ser Diretor-Adjunto do Jornal de Oleiros, com um objetivo que define à partida aquilo que será o nosso trabalho: fazer crescer o jornal, a sua influência e torná-lo um bastião livre da imprensa escrita no nosso distrito.

Não será tarefa fácil. Num contexto económico adverso, o trabalho será muito e difícil. Mas é nas dificuldades que costumamos aguçar o engenho. Daí que, após uma reflexão algo demorada, finalmente, decidi aceitar o repto do Paulino Fernandes e aqui estou a dirigir-me aos leitores do jornal e a todos os meus e nossos amigos: vamos para a frente!

E é perante esta nova circunstância que vos venho desejar um ano de 2014 recheado de saúde, paz, amor e felicidade.

O caminho não é fácil, mas juntos vamos lá chegar!

* INQUIETUDE, Coluna semanal do Director-Adjunto

José Lagiosa

José Lagiosa

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *