Idanha-a-Nova aprovou o orçamento

COM ABSTENÇÃO DO VEREADOR DO PSD

Idanha-a-Nova aprova orçamento por maioria

 A aposta num concelho mais solidário e a captação de investimento e criação de emprego são as grandes prioridades do executivo da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, liderado por Armindo Jacinto e isso reflete-se no orçamento da autarquia para 2014, no valor de 17 milhões de euros, aprovado por maioria.

À agência Lusa, o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova disse que quer criar “mais e melhores condições para fixar mais gente e também captar mais investimentos” para o concelho.

O orçamento reflete, essa nossa preocupação e estratégia. Queremos implementar o orçamento em colaboração com todos, nomeadamente os agentes económicos. O objetivo é motivar e mobilizar também a sociedade civil”, disse.

A educação é outro dos setores prioritários do executivo.

Vamos criar boas condições para as famílias poderem ter crianças e uma educação de qualidade. Por isso, queremos qualificar e criar mais berçários e apostar forte no pré-primário”, referiu o autarca.

A área social vai receber um “forte apoio”, devido à crise que se vive e que afeta “fortemente as famílias, com o desemprego e a redução de rendimentos”.

Armindo Jacinto disse que “boa parte do investimento neste setor vai para os estratos sociais mais desfavorecidos”.

O vereador do PSD, que se absteve na votação do orçamento, não quis prestar, neste momento, quaisquer declarações à Lusa.

António Moreira disse que apenas se pronuncia sobre o orçamento para 2014 quando este for submetido à assembleia municipal para aprovação, o que irá acontecer já na próxima semana.

* Com Lusa, com a devida vénia e José Lagiosa

Câmara de Idanha

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Idanha-a-Nova. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *