Luis Pereira já tomou posse em Vila Velha de Rodão

Novo presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão empossado

Luís Pereira apela à união de todos para evitar encerramento das Finanças

Luis Pereira

Luís Pereira tomou posse como presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão. O autarca deixou um apelo aos presidentes eleitos para que unam esforços no sentido de evitar o encerramento dos serviços de finanças nos concelhos do interior.

Carlos Castela

Assumo hoje o cargo de presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão na sequência de um ato eleitoral muito participado, onde obtivemos uma vitória clara e expressiva que traduz um sinal inequívoco e confiança no nosso projeto e na equipa que nos acompanha”.

Estas foram as primeiras palavras de Luís Pereira proferidas por Luís Pereira depois de ter sido empossado como presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão para o quadriénio 2013/2017, que decorreu na passada segunda-feira, na Casa de Artes e Cultura do Tejo.

Luís Pereira disse sentir uma “grande honra” em ter merecido a confiança de todos para o desempenho das suas novas funções e assegurou aos presentes que tudo fará para corresponder à confiança que lhe foi depositada.

O autarca reiterou também a sua disponibilidade para trabalhar, nos próximos quatro anos, com todos sem excepção, na promoção da qualidade de vida e de bem-estar de todos os residentes no concelho.

O novo presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, deixou ainda uma palavra de apreço, agradecimento e reconhecimento a todos os autarcas que cessaram funções e que durante muitos anos se empenharam e dedicaram em prol do desenvolvimento de Vila Velha de Ródão e deu também as boas vindas a todos aqueles que pela primeira vez, iniciaram funções.

Num discurso, curto, claro e direto, Luís Pereira disse que a equipa que agora lidera, inicia funções num contexto, “dos mais adversos do pós 25 de abril de 74, em que diariamente “somos confrontados com novos problemas e em que as soluções do Governo, invariavelmente significam redução ou fecho”.

Recordando aos presentes as notícias que durante a semana dão conta da última proposta governamental que pretende avançar com o encerramento dos serviços de finanças e conservatórias do registo predial na maioria dos concelhos do Interior do país, Luís Pereira sublinha que “estamos perante um dos maiores ataques que já se fez ao Interior do País” e deixou um apelo a todos os autarcas eleitos, presentes na cerimónia, “para juntar os nossos esforços e avançarmos com medidas conjuntas que possam impedir este ataque”.

Utilizando um tom decidido, o novo presidente da câmara Municipal de Vila Velha de Ródão fez ainda questão de sublinhar que “o nosso concelho e região não estão condenados a desaparecer. Temos o direito a escolher onde queremos viver e a nossa escolha está feita. Queremos viver em Vila Velha de Ródão”.

Câmara vai pagar a creche

Após este apelo, o autarca centrou o seu discurso no seu projeto para os próximos quatro anos, onde o enfoque da sua atuação será na criação de condições para todos aqueles que vivem em Vila Velha de Ródão ou ali se pretendam instalar,  não se vejam impedidos de fazer essa escolha.

“Queremos que o concelho tenha futuro. E o futuro são os jovens”, referiu.

E como sinal claro daquilo que será a atuação do executivo, o autarca disse que irá realizar a primeira reunião pública do executivo no agrupamento de escolas, envolvendo toda a comunidade escolar.

Será um momento importante em que teremos a oportunidade de mostrar aos jovens o funcionamento e o impacto da autarquia no seu quotidiano e a importância da sua participação ativa na vida política do concelho”, disse o autarca.

Luís Pereira sublinhou ainda que esse será também o momento para apresentar a proposta de alteração do regulamento de apoio à fixação de jovens, no sentido de incluir, a partir de 1 de janeiro de 2014, “o pagamento integral da creche a todos os residentes no concelho”.

A fixação de pessoas é uma das grandes prioridades do novo presidente. E falar de fixação de pessoas é também falar de habitação. Neste sentido, Luís Pereira diz que a recuperação do património edificado será uma prioridade. “Queremos lançar medidas que estimulem os particulares a investir nesta área mas também vamos lançar um programa de investimento municipal que consiste na aquisição de casas degradadas e na sua recuperação para posterior arrendamento a preços baixos”, permitindo assim o acesso à habitação digna a famílias de menores rendimentos.

Além disso, o autarca recordou alguns investimentos importantes realizados na última década, como a Casa de Artes, o lagar de varas, o centro náutico ou a biblioteca.

São infraestruturas que nos orgulham, mas o desafio agora é que estas tenham uma dinâmica forte”, pelo que pretende envolver as associações e as escolas na estratégia de dinamizar os equipamentos existentes.

Luís Pereira recordou aos presentes que o projeto para o concelho “será sempre um projeto aberto à participação e também será um projeto de proximidade. Hoje mais do que nunca é importante estar próximo das pessoas, perceber os seus problemas e encontrar soluções para os resolver. Será esta a nossa matriz de atuação”, concluiu.

Vila Velha de Rodão

Por outro lado, o autarca deixou também a promessa de até ao final do ano, realizar protocolos com as juntas de freguesia no sentido de colocar um funcionário da câmara a fazer atendimento personalizado, tornando assim possível tratar nas próprias juntas de freguesia de assuntos que habitualmente são tratados na câmara municipal, evitando deslocações à sede de concelho e perdas de tempo aos munícipes. 

* Apoio de Carlos Castela a quem saudamos

** Com José Lagiosa em Castelo Branco

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Vila Velha de Ródão. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *