EDITORIAL: ” O embuste…”

EDITORIAL

Cavaco Silva disse na Suécia que se todos os parceiros (FMI, BCE, UE, etc.,) dizem que Portugal não necessita de 2º resgate, porque serão os Portugueses a considerar que sim?

Compreensível, Senhor Presidente.

Toda esta gente está a receber e com juros bons (para eles) porque haveriam de considerar o que Portugal devia considerar?

Director

Num momento em que os capitais estrangeiros já sairam de Portugal (73% da dívida está na mão de aforradores portugueses e da banca portuguesa) o risco para esses “parceiros” é mínimo.

Mas enorme para Portugal.

Um “default” em Portugal, significa que a banca colapsará e necessitará de resgate, por isso o senhor Presidente ignora o que está a ser feito a Portugal e prefere que se continue a pagar…até à exaustão, até não haver impostos para recolher, nem reservas de pensões protegidas, nem empresas…

O Senhor Presidente procura a todo o custo que uma solução à Chipre não venha a ser aplicada em Portugal, mas, infelizmente, já não há muitos impostos para cobrar…a única coisa que tem sido feito.

Nem a notícia de que a Tróika aprovou as 8ª e 9ª inspecções é animadora.

É evidente que se o país paga, a Tróika aprova…não há segredo na matéria.

Pena que a generalidade dos portugueses não entenda o que se está a passar e, menos ainda, tenha quem lhe possa explicar.

Director

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Editorial. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *