CCVFloresta apresenta Engenharia no Verão

CCVFloresta apresenta Engenharia no Verão

A força da energia motriz da água foi o tema apresentado, no último sábado, pelo CCVFloresta no âmbito do projeto Ciência Viva no Verão.

O objetivo foi ajudar a entender a evolução do aproveitamento da energia das águas correntes dos ribeiros e dos rios ou contida em albufeiras ou represas, em que a força da água impelida pela força da gravidade e pelo desnível do solo faz girar as pás das turbinas ou rodas das azenhas, gerando energia mecânica para mover mós ou geradores elétricos.

Em Alvito da Beira, guiados por António Alberto, os participantes visitaram um lagar tradicional e um moinho de rodízio que utilizam a força da água (energia cinética) para produzir azeite e moer cereais, um processo com poucas alterações ao longo de dois mil anos, usada inicialmente pelas civilizações grega e romana. Na barragem do Fratel, um complexo hidroelétrico pertencente ao grupo EDP inaugurado em 1974, o grupo acompanhado do eng. Gustavo pôde tomar conhecimento da importância desta fonte de energia renovável, aproveitada para a produção de eletricidade e com muita importância pelo baixo nível de emissões de CO2 e por ser um recurso nacional.

Trata-se de uma barragem do tipo gravidade, equipada com tecnologias modernas de produção e controlo. Possui três grupos geradores de 50MW acoplados a turbinas Kaplan que aproveitam um caudal máximo de 250 m3 por segundo, produzindo energia elétrica que pode alimentar cerca de 130 000 habitações familiares. A dimensão do complexo é enorme e o seu impacto ambiental é significativo pela área inundada e pelas gravuras rupestres que ficaram submersas – um reflexo das necessidades da vida moderna de que todos desfrutamos.

* Em Proença-a-Nova com Magda Ribeiro 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Proença-a-Nova. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *