Automóveis de Colecção em Portugal

AUTOMÓVEIS de COLEÇÃO em PORTUGAL                                                       

Corvette C4 Indy

O Automóvel Clube de Portugal, é sem sombra de dúvida, a maior instituição Socio-Cultural do   país; que para além da assistência logística e documental, a milhões de portugueses, é também grande impulsionador, do Desporto Automovél em Portugal.

Se for tida em linha de conta, a densidade populacional do nosso país, o ACP é a instituição com mais associados da Europa.

O ACP, ao longo dos anos, tem sido grande motivador e denfensor, do Automóvel de Coleção em Portugal; creio não haver um único português, que não sinta a nostalgia romântica do passado; quem nos nossos dias, “tem a sorte” de ver passar um carro clássico ou antigo. Estes deveriam constituir em Portugal, um incalculável valor patrimonial e cultural, que poderia dar trabalho, a centenas de milhares de pessoas, e simultâneamente ajudar a recuperar o país; criando no setor automóvel antigo, uma rotatividade económica, que poderia retirar da pobreza para o mercado de trabalho, muitos que sabem e gostam de trabalhar em carros Antigos e Clássicos.

Dezenas de milhares de carros Antigos, de inestimável valor, apodrecem nas caves e garagens e alguns na rua, à espera de legislação apropriada, para que possam novamente circular; muitos destes carros, com valores de mercado, acima de centenas de milhares de euros, e que poderiam ser transacionados, para fora do país nesta altura em que o país tanto precisa; enquanto outros seriam importados, para serem aqui recuperados.

Portugal não se pode dar ao luxo, de atirar para as lixeiras, 200.000 carros antigos, porque nos últimos anos, aqueles que se fazem transportar, em carros novos de topo de gama, pagos pelos contribuites, não querem legislar este setor, preferem ver na pobreza e desemprego, milhares daqueles que pagaram as viaturas em que eles circulam.

O exagerado valor a pagar, para colocar estes carros a circular, para além da aquisição e recuperação, excede várias vezes o que valeriam depois de recuperados. Muitas têm sido as tentativas do ACP, para que esta situação mereça a atenção de quem de direito; porque se não for urgentemente mexida, nada mais resta que mandar o lixo, este vasto património; não é assim que Portugal vai recuperar; se nada for feito neste sentido, alguns destes valiosos automóveis, serão levados daqui para fora, deixando o país mais pobre; outros serão devolvidos aos fornos. A aquisição de um carro novo, não tem necessáriamente, de atirar um antigo para a sucata; em países ricos no norte da Europa, muitos são os que, ocupando altos cargos públicos, vão para os seus gabinetes, em carros clássicos de que são os proprietários; poupando aos contribuintes milhões de euros, que serão aplicados notras áreas. Eu próprio no Reino Unido, transportei muitas vezes, dos subúrdios para o centro de Londres, num Bentley com 25 anos, um dos homens mais ricos da Grã-Bretanha.

O ACP vai certamente continuar a exercer a sua pressão como sempre o tem feito, para apoiar e defender os seus associados. Este riquíssimo património já está em Portugal, não faz sentido que o país o queira desperdiçar, recusando aliviar a legislação, que incide sobre o veículo antigo, de valor colecionável. Combater o desemprego neste setor, que foi severamente atingido pela atual crise, aumentar o valor Cultural e Patrimonial, serão mais que suficientes, para que a atual legislação para o setor, seja imediatamente revogada.

* Joaquim Vitorino, Colunista do Jornal de Oleiros 

Vermelha – Cadaval

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques. ligação permanente.

Uma Resposta a Automóveis de Colecção em Portugal

  1. Fernando diz:

    Boa noite. Quanto custa modar um BMW 318 de 1994 para carro de coleção obrigado pela atençao
    Informar mais rápido possivel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *