Pedro Passos Coelho esteve em Vila de Rei e recebeu Chaves da Vila

1º Ministro em Vila de Rei

Primeiro Ministro recebe Chave de Ouro do Município de Vila de Rei

O Primeiro Ministro de Portugal, Dr. Pedro Passos Coelho, recebeu, na manhã de 22 de Julho, a Chave de Ouro do Município de Vila de Rei e o Diploma de Cidadão Honorário pelas mãos da Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Irene Barata, numa cerimónia realizada no Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho, que contou ainda com as presenças do Dr. Pedro Mota Soares, Ministro da Solidariedade e da Segurança Social, Dr. Marco António Costa, Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, do Presidente da Assembleia Geral de Vila de Rei, General Narciso Mendes Dias, e de muitos outros representantes de entidades governamentais que fizeram questão de estar presentes nesta iniciativa.

Durante a cerimónia, a Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei salientou “o profundo orgulho por receber, em Vila de Rei, o 1º Ministro de Portugal”, destacando que “este governo, brilhantemente liderado por Vossa Excelência, será reconhecido como o executivo que verdadeiramente governou Portugal no período mais difícil da nossa história, reerguendo um País derrotado e absorvido por uma dívida insuportável. Volto a salientar a coragem de quem não virou o corpo às balas, não se imiscuiu de lutar, de quem não se escondeu na sombra por ser tão difícil exercer o poder.

Sua Excelência representa um símbolo de coragem e empenho, um pouco à imagem de todos os Vilarregenses, que, após os incêndios de 1987 e 2003, se reergueram, crescendo em população, em emprego, em oportunidades, em rendimento disponível, em qualidade de vida, que originou mesmo a distinção do Município de Vila de Rei, como município mais familiarmente responsável, pelo quarto ano consecutivo, através do observatório dos municípios mais familiarmente responsáveis.

O 1º Ministro, Dr. Pedro Passos Coelho, agradeceu “a honrosa distinção que recebo em Vila de Rei”, aproveitando para “realizar um reconhecimento pessoal e institucional do Governo de Portugal a Irene Barata, pessoa por quem tenho grande estima e uma das mais carismáticas Presidentes de Câmara em Portugal.

Vila de Rei venceu as adversidades, reergueu-se das cinzas e deu a todos uma palavra de esperança.”

Durante as suas declarações, Pedro Passos Coelho salientou ainda que, em matérias de política nacional, “não foi possível, desta vez, chegar a um entendimento entre todos os partidos, mas houve coisas em que estivemos próximos de ter um entendimento. Pois em torno dessas matérias convém, agora, aprofundá-las. Mesmo não tendo sido possível esse compromisso agora, o país precisa dessa união de todos e o Governo irá procurá-la também”, acrescentou.

O 1º Ministro acabou também por, mediante solicitação da Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, confirmar que “o Governo irá garantir toda a sua disponibilidade para que se resolva a situação do encaminhamento dos utentes Vilarregenses para a Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, de maneira a que possam optar, sem obrigatoriedade, pelo serviço do Centro Hospitalar do Médio Tejo.”

Chaves da Vila

Pedro Passos Coelho acabou também por, em Vila de Rei, visitar a Unidade de Cuidados Continuados local, onde, juntamente com o Dr. Manuel de Lemos, Presidente da União das Misericórdias, pode testemunhar o excelente serviço prestado por esta infra-estrutura, e realizou ainda a inauguração da Fundação João e Fernanda Garcia, residência para cidadãos portadores de deficiência, onde visitou as instalações que acolhem mais de uma dezena de Vilarregenses.

* Com Tiago Santos em Vila de Rei

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Vila de Rei. ligação permanente.

Uma Resposta a Pedro Passos Coelho esteve em Vila de Rei e recebeu Chaves da Vila

  1. António Cardoso diz:

    Só em terra de analfabetos e “doentes” é que um 1.º ministro que apenas tem desgovernado o país (que é o que tem feito), é que pode ser recebido assim. Será que alguém vive melhor naquele local depois que este governo está em funções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *