Paulo Portas ascende a Vice-Primeiro-Ministro

Paulo Portas

ÚLTIMA HORA

Pedro Passos Coelho entregou ao Presidente a solução para a crise governativa com o regresso de Paulo Portas numa posição de quase liderança, ascendendo a Vice-Primeiro-Ministro com a tutela da economia para onde deverá entrar Pires de Lima, saindo o actual titular.

Os Negócios Estrangeiros ou o Ambiente (mais provável) passam para

Jorge Moreira da Silva

Jorge Moreira da Silva e Maria Luis Albuquerque permanece nas finanças. Provável é também que os Transportes passem a ministério com a promoçao do actual Secretário de estado e, ainda que Álvaro Santos Pereira fique no governo como Ministro do Emprego. O alargamento do governo que desde o início devia ter sido conseguido, parece agora confirmar-se e isso são boas notícias dada a sobrecarga de trabalho individual de cada membro.

Muitos milhões depois, o governo é reestruturado e há ainda nomes em estudo ou não divulgados que as próximas horas vão mostrar, aguardando-se agora que o Presidente da República dê o inevitável acordo.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Política. ligação permanente.

3 Respostas a Paulo Portas ascende a Vice-Primeiro-Ministro

  1. António Graca diz:

    Embora ainda dependente da aprovação do presidente da República, e não se conhecendo os pormenores do acordo, parece-nos que Pires de Lima é um bom nome para a pasta da economia, dada a sua vasta e bem sucedida experiência empresarial. JáMoreira da Silva parece metido “a martelo”, nas funções atribuídas. Este acordo não disfarça completamente a fragilidade da coligação, mas indicia, pelo menos em teoria, uma desejável atenção à vertente econômica da governação.
    Entretanto, é visível a frustração dos denominados partidos de esquerda, que esperavam capitalizar a seu favor a situação através de eleições que apenas iriam agravar a situação do país. Notória é, sobretudo, a frustração de Seguro, que viu esfumar-se a sua ambição de ser primeiro-ministro, para bem dos portugueses.
    Aguardemos a decisão do :-)Presidente da República.

    • Caríssimo Amigo, Eng. António Graça
      Corroboro o que diz e vou até mais longe, saudando o que considero um enorme sacrifício para o Dr Pires de Lima, mas, sem dúvida acrescenta qualidade e apoia a vertente económica indispensável.
      Apesar de tudo, com o desmembramento de alguns ministáerios, o governo fica mais forte e, principalmente evitamos Eleições que seria algo tenebroso embora aceitável em Democracia.
      Por outro lado, o PS deve estar – lá bem no fundo – satisfeito, pois ganha tempo para criar uma nova liderança em que os portugueses acreditem e, finalmente após o final do 1º resgate (em curso), encontrar um líder sólido para negociar o segundo já tb com outro Presidente no horizonte, eventualmente Rui Rio. Seria aliás uma dupla cerdível para o país ( Rio / Costa ).
      Saudações.

  2. António Graca diz:

    Plenamente de acordo, os nomes que indica seriam boa solução para o início de uma regeneração do sistema

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *