CDS apresenta Sara Freitas do Amaral na Sertã

SARA FREITAS DO AMARAL É A CANDIDATA DO CDS-PP À CÂMARA DA SERTÃ

Sara Freitas do Amaral

Sara Freitas do Amaral, de 35 anos, é a candidata do CDS-PP à câmara da Sertã nas eleições autárquicas que se realizam no próximo dia 29 de Setembro.

Sara Freitas do Amaral, cujas raízes se encontram na vila de Cernache do Bonjardim, é licenciada em Matemática Aplicada pela Faculdade de Ciências da Universidade Clássica de Lisboa e pós-graduada em Marketing Research CRM (ISLA) e em Banca, Seguros e Mercados Financeiros (Universidade Nova de Lisboa), e trabalha como consultora numa empresa de grande prestígio no ramo aeronáutico.

A candidata é casada com Paulo Freitas do Amaral, actual presidente de Junta de Freguesia de Cruz Quebrada, que concorre agora à câmara de Oeiras com o apoio centrista.

A apresentação pública da candidatura de Sara Freitas do Amaral acontecerá durante o mês de Junho, em data a anunciar brevemente.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Sertã. ligação permanente.

7 Respostas a CDS apresenta Sara Freitas do Amaral na Sertã

  1. Joaquim Vitorino diz:

    A Sertã, é uma das terras da minha eleição; por isso a candidatura de Sara Freitas do Amaral, merece um comentário; não pela candidata a quem desejo as maiores felicidades, mas porque sendo o marido, Candidato à Câmara de Oeiras, e já Presidente de uma das Juntas do Concelho, e situando-se a Sertã a centenas de quilómetros de distância, só posso tirar uma de duas conclusões; ou a prestação do serviço público merece o “sacrifício” do casal e dos filhos, o que é de louvar, ou um país miseravelmente marcado pelo exercício da política nos últimos 38 anos, ainda faz a diferença para quem a exerce.

  2. Serra diz:

    A sertã não precisa de gente que apenas aparece quando há tacho. Para a sertã há mais gente com mais experiência.
    A sertã não se compadece com ideias À LISBOA

    • Manuel Pereira diz:

      Esta senhora nunca morou na nossa terra, e pelo que sei não sabe nada de politica nem tem experiencia na área. Uma vergonha o CDS não escolher uma pessoa da terra. Ela que volte para Oeiras, onde sempre viveu, não a queremos ca!

  3. Rui Patricio diz:

    Ui que isto na Sertã aqueceu…Por esta é que o PSD não esperava!!!Digam adeus à Câmara!!!A Sara mais do que uma carreira profissional de excelência, é da família Guerra, muito conhecida na terra e pelo que confirmei tanto o pai como a mãe também são da terra (fator único entre todos os candidatos). Sou da Sertã mas estou no Porto mas já ouvi dizer que os laranjinhas andam doidos e estão a ver a Sertã por um canudo. Força Sara, a Sertã vai voltar a ser CDS e com uma gestão de excelência.

  4. Manuel Pereira diz:

    Deve ser deve! Por onde anda a candidata? Na Sertã não será certamente! Deve andar a fazer campanha em Oeiras, porque não passa de um pau mandado do marido! Dois palhaços tachista! Esta senhora não tem competência para nada!

  5. João Silva diz:

    Ó Rui Patrício conheces mesmo a carreira profissional da Sara? Uma pessoa que foi corrida do MEC e que não passou de bolseira, aonde está a excelência? Esta é a prova provada de que os nossos políticos não prestam e que só lá estão por compadrio. Espero que o povo da Sertã tenha os olhos abertos. Não chega ser-se filho de “gente conhecida da terra” é preciso realmente conhecer bem o passado das pessoas e esta senhora o único passado que tem é que é casada com um primo do Diogo Freitas do Amaral

  6. QueenShiiva diz:

    Sr. Manuel Pereira, quanto a se esta Sara vai ou não longe, não sei, mas há duas coisas que sei:
    – tem estado na terra, sim, e acompanhada de outros membros da lista CDS e a dar q faz a um desses membros (ela não tem noção dos seus próprios actos e das consequências deles, infelizmente!!!).
    -e tenho de concordar com o Sr. Rui Patricio, o PSD (e tambem o PS) devem andar a bater palmas, porque muito embora ela não tenha no concelho muita história, conseguiu juntar por trás dela nomes fortes no concelho q fazem pensar a muito boa gente se não será altura de mudar as redeas do concelho.

    Mas falta saber se esta Sara trará novo folego ou não ao concelho e quanto a isso acho q antes de se colocar a cruz no quadrado os eleitores devem primeiro pensar e avaliar o que já têm, o que pretendem ter e como será a melhor forma de o alcançar, passando, é logico, pela votação e escolhendo a opção servirá melhor os seus interesses e da sua comunidade!

    Mas qualquer q seja a escolha deverá ser bem ponderada e não ser feita em função de amizades, nomes, ligações familiares ou outras mas sim em função daquilo q cada um dos candidatos e respectivas listas tem a oferecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *