E-ELT , ” Olho do Universo”, por Joaquim Vitorino

                                                           E-ELT “OLHO DO UNIVERSO”

E-ELT

O Observatório Astronómico Europeu do Sul ( ESO) vai dar início ao mais ambicioso projeto de todos tempos no campo da Astronomia e Astrofísica, envolvendo também áreas da Biologia, vida no Cosmos e Inteligência Extraterrestre; quando este colosso dos céus estiver concluído, o E- E L T ( European  Extremely Large Telescope ) será o maior instrumento científico construído até hoje, e constituirá um grande salto neste campo da investigação dado pela Humanidade, numa ânsia pelo conhecimento que nunca antes levou o Homem tão longe, na busca das suas origens e de outras  eventuais civilizações que ao longo de milhares de milhões de anos, se desenvolveram e extinguiram.

Se existiram, é muito possível que o seu desenvolvimento tecnológico fosse insuficiente em tempo, para evitar a sua extinção. Outras possíveis civilizações que florescerem em simultâneo na proximidade dos seus sistemas solares, provavelmente envolveram-se em disputa por planetas colonizáveis e também para obtenção de recursos.

O nosso Planeta onde a população já ultrapassou os 7.000 milhões de Humanos terá um futuro muito semelhante, numa situação de grande carência alimentar e de outras necessidades, o que nos levará a mudar quase radicalmente toda a nossa atual filosofia e condições de vida, isto até estarmos preparados para darmos o salto para Marte, que apenas servirá de entreposto para o caminho das estrelas mais próximas, na salvaguarda da nossa espécie. A colonização de Marte defendida recentemente pelo segundo Humano a pisar o solo Lunar, o ex-Astronauta Buzz Aldrin é um exemplo a considerar.

A existência de água nas calotes de Marte e no subsolo, deixa-nos uma débil esperança de sobrevivência, mas temos que enfrentar uma grande adversidade, que é o nosso atraso em todos os domínios, embora muitos pensem o contrário, ainda estamos muito longe de nos podermos lançar, numa grande epopeia interplanetária que num futuro longo nos levará, para além do nosso sistema Solar. O E-ELT vai ajudar o Homem a protagonizar a maior peregrinação dos Humanos alguma vez levada a este extremo, “ Uma Viagem ao Universo Profundo”.

O Século XXI vai ser decisivo para que os humanos tomem medidas drásticas a nível do ambiente e também demográfico; o E-ELT com as suas preciosas informações de acontecimentos cósmicos com pelo menos 13.77 mil milhões de anos; esta idade do Universo não é um rigor mas sim o que Astrónomos e Astrofísicos pensam ser, a idade mínima do BIG BANG. O E-ELT levar-nos-á aos primeiros momentos do nascimento da matéria, e a formação das Estrelas e Planetas; o que existia antes talvez nunca chegue ao nosso conhecimento; se estamos perante um ciclo de contração e expansão, ou teria sido o início de tudo. Neste caso colocar-nos-ia alguns considerandos e interrogações que por momento não me quero pronunciar, é que a ciência ainda não sabe explicar esta questão simples; quem acionou o “detonador” que deu origem ao BIG BANG, e consequentemente à origem das origens. O E-ELT o mais arrojado investimento na investigação da Astronomia e Astrofísica, que Portugal é um dos países associados, e que veio dar um grande orgulho à nossa comunidade científica. Não podemos esquecer que fomos pioneiros, em muitos dos grandes feitos que configuram a atual civilização no nosso Planeta, que ainda preserva uma forte influência da Europa, com uma grande componente, que na era quinhentista os navegadores portugueses transportaram nas suas Naus.

O E-ELT que se será o maior telescópio ótico do Mundo, vai ser construído no topo de uma montanha, a 3.000 metros de altitude no deserto do Atacama no Chile, e levará oito anos a sua construção. A sua observação terá 15 vezes a capacidade do maior telescópio existente; só o espelho central custará 1.200 milhões de euros, e terá 39 metros de diâmetro e irá ser colocado num suporte com 100 metros de altura; as imagens que nos vai proporcionar, muitas delas restritas à comunidade científica, vão ser fundamentais na busca da origem do Universo, na sobrevivência da nossa espécie, e qual o papel que nós Humanos, representamos no complicado puzzle, em que a matéria cósmica deu lugar à vida e à inteligência, que o Homem pensa estar no seu vértice. Quando este Olho do Universo, que custará aos contribuintes Europeus cerca de 5.000 milhões de euros, começar a transmitir para a Terra toda a informação que os cientistas aguardam com ansiedade, isso implicará uma grande mudança, nas nossas  atitudes e preconceitos.

* Joaquim Vitorino – Astrónomo Amador, Correspondente do Jornal de Oleiros

Vermelha – Cadaval

PS: A Carl Sagan 1934 – 1996, o Astrónomo e Astrofísico que no século XX mais escreveu sobre o tema; 20 livros e mais de 500 publicações. ( Prémio Pulitzer em 1978 pelo seu livro Dragões do Éden ). E também a Nicolau Copérnico 1473 – 1543, e a Galileu Galilei 1564 – 1642, os primeiros Astrónomos a defender o Heliocentrismo.

  

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Ciência, Destaques, Vila de Rei com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *