CMDT Rui Esteves transmite tranquilidade

Bombeiros prontos

CMDT-Geral, Rui Esteves

O distrito de Castelo Branco vai contar este ano no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) com mais um helicóptero ligeiro, informou o comandante distrital de operações de socorro (CODIS) de Castelo Branco, Rui Esteves.

Na fase Charlie, de 01 de julho e 30 de setembro, o distrito vai ter reforçado o seu contingente de meios aéreos de ataque inicial, tendo sido substituído o helicóptero médio, que nos últimos anos era atribuído ao distrito, por dois ligeiros.

Estes helicópteros vão ficar estacionados nos Centros de Meios Aéreos (CMA) de Cortes do Meio (Covilhã), Moitas (Proença-a-Nova) e dois em Castelo Branco, na nova Base de Apoio Logístico, no lugar da Feiteira, junto ao aeródromo.

Para o CODIS, esta é uma mais-valia, uma vez que “reforça a capacidade de ataque inicial, quer ao nível de operacionais, quer ao nível de capacidade de água disponível para o combate”.

Castelo Branco conta, a exemplo dos outros anos, com mais um helicóptero ligeiro de ataque inicial, cedido pela Afocelca, e que estará na sua base, em Penamacor.

Rui Esteves frisou que, segundo as estatísticas, 98 por cento dos incêndios são extintos na fase inicial e com mais um meio para esse apoio a performance pode ser ainda melhor.

Na fase Charlie, o distrito de Castelo Branco conta, ainda, com 684 operacionais, 146 veículos e 142 equipas de todas as entidades de proteção civil.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Bombeiros, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *