Paulo Portas marca a fronteira – 2 governos em Portugal

Paulo Portas

Paulo Portas veio demonstrar claramente que há dois governos. Bem preparado, claro, transferiu para a opinião pública a imagem de um governo que já não tem condições para governar e está completamente dividido.

Exibindo-se com autoridade e conhecimento, deixou ainda claro que entre o ainda chefe de governo (Pedro Passos Coelho) e ele próprio, há uma enorme diferença.
Um sabe, o outro governa por “dicas” que lhe passam e, mais grave, as “dicas” do mentor são de pouca consistência e estão a acabar com o país.
Ficou claro que este governo está sem condições para governar, está desacreditado e obedece a interesses exteriores ignorando o sofrimento do seu povo.
Claro que ainda não é desta que o governo cai. A exigência de Paulo Portas será aceite e tudo segue em frente. Para já…
Redacção

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Economia, Política com as tags . ligação permanente.

Uma Resposta a Paulo Portas marca a fronteira – 2 governos em Portugal

  1. António Graça diz:

    Este governo não cai porque o apego ao tacho é consideravelmente superior à noção de honra e de dignidade dos seus componentes laranja

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *