José Sócrates, 4ª feira na RTP 1

Sócrates, RTP 1

ÚLTIMA HORA

Na próxima 4ª feira, José Sócrates dá uma grande entrevista na RTP 1  a anteceder as suas presenças semanais no mesmo canal, em dia ainda por conhecer, mas, seguramente, nas noites de domingo.

O país tem vindo a dar nota de agitação e expectativa e as várias Petições num e noutro sentido, são apenas testemunho da menoridade popular que se lamenta, orientada para fins diversos, nunca para a Democracia e abertura que deveriam ser padrões comportamentais num país civilizado.

Temido por ter um projecto, ainda jovem, com o futuro político assegurado, faz tremer vários sectores da opinião publicada – não a pública.

No fundo, na 4ª feira, todos o vão ouvir.

Não estamos a dizer que o vão ouvir de forma aberta, antes pelo contrário.

Resta-me acrescentar que me incomoda um país onde a expressão aberta não é tolerada por uma maioria que tem meios para se exprimir, pois, estou seguro, se ouvirem o povo, a abertura é maior.

Director

* Foto SAPO com a devida vénia.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Opinião, Política com as tags . ligação permanente.

Uma Resposta a José Sócrates, 4ª feira na RTP 1

  1. Joaquim Vitorino diz:

    Bom!… vou ser provávelmente o primeiro a comentar, esta notícia que o Jornal de Oleiros acaba de publicar; estou à vontade para o fazer, porque não tenho ligações nem especial simpatia, pelos partidos políticos portugueses, penso que todos sabem porquê; no entanto considero serem um mal necessário; José Socrates, é um animal político, digo isto, no sentido figurativo; dificilmente alguém, consegue levar-lhe a melhor; depois sente-se ferido, e com alguma razão; incluindo com uma fração do seu próprio partido; ele chega no momento certo, para assumir a liderança do PS; num dos meus artigos publicados neste jornal, disse que António José Seguro, nunca seria primeiro ministro deste país; o timing de José Seguro, esta queimado; José Socrates, continua a contar com o seu núcleo, que lidera o PS na assembleia da República, e que José Seguro, nunca teve coragem de substituir; Socrates veio em força acrescida, a coligação PSD-CDS, deixaram o país num caos; a atual situação joga a favor de Socrates, que facilmente ganhará as eleições, para seguidamente lançar o nome de António Costa, para as presidenciais; mas vai enfrentar um condicionante; o
    Presidente da República, não vai convocar eleições antecipadas, tem o exemplo da Grécia e recentemente a Itália; e a troika tem uma palavra a dizer. A situação não vai ser fácil; José Socrates, não aceitará ir para um governo que não seja ele a liderar, negando legitimidade ao PSD; é quase uma certeza, que o PSD e PS, vão em breve perder os seus líderes, o que não se perde nada; enquanto o PS, tem em Socrates a liderança assegurada, no PSD não existe um único militante, que de momente seja aceite como um líder incontestável; os ventos não correm muito a favor, daqueles que nos últimos dois anos, colocaram Portugal na pior situação de sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *