EDITORIAL: ” A resposta está no interior do país”

Paulino B. Fernandes

EDITORIAL

. A hora de cerrar fileiras

A decepcionante 7ª avaliação de quem “governa actualmente o que resta deste país já quase inexistente ” e as consequências negativas que se adivinham e vão acentuar (destaco a média diária de 5 suicídios, o desemprego oficial que vai subir aos 18,5 e continuar a subir ( o não oficial já é superior a 23%), o “desastre dos professores”, a imposição de fiscalidade aos pequenissimos agricultores, à redução desenfreada de funcionários públicos, a fome galopante, etc, etc., obriga a refletir no país que queremos e no rumo.

O “sugador” instalado no Terreiro do Paço terá a resposta adequada em momento certo.

Importa agora sem egoísmos divisionistas que são muito perigosos e não os queremos, pensar como responder.

É a hora do interior se unir sem “clubismos territoriais”. É certo que muita população nesse imenso interior, porque ainda tem acesso a determinados bens da terra, desconhece o que se está a passar e não sente ainda como os habitantes das grandes e médias cidades. Saberão a breve prazo, quando nestas cidades a miséria estiver totalmente instalada.

O nosso jornal, desde a 1ª hora percebeu isso e luta continuadamente para dar as notícias que importam.

O interior, o nosso destino e preocupação principal vai sendo coberto.

Para implementar o projecto de Jornal livre e independente, tinha que estar fortemente implantado por esse interior fora.

Ganhámos adeptos e Colaboradores poderosos pela qualidade que exibem e pelas preocupações sociais que os movem, também pela coragem de escrever e dar a cara. Crescemos em Oleiros com vários Colaboradores residentes e não residentes, avançámos para Proença-a-Nova com a Magda Ribeiro, Torres Vedras e Oeste com o Joaquim Vitorino, para Coimbra com a Lucília Rebouta, para Castelo Branco com o José Lagiosa, para Idanha-a-Nova com a Carmo Barroso, com a Ludovina Margarido na Guarda, para Vila de Rei com o Eduardo Lyon de Castro e não vamos ficar por aqui, prometemos e, nos próximos dias chegaremos à Sertã e a Vila Velha de Rodão.

A estrutura directiva do jornal semanalmente percorre a região. É uma aposta total a que se juntam notáveis envolvidos políticamente na região, de todos os Partidos, pois reconhecemos que há políticos e políticos e nada temos contra os bons políticos, aqueles que se preocupam com as populações.

É, pois a hora de nos organizar-mos para melhor conhecer o que temos e do que dispômos.

Agradeço a todos o esforço que fazem e o interesse que colocam no trabalho que produzimos, assegurando a irreversibilidade do projecto que já entrou no quarto ano de vida.

Director

email: jornaldeoleiros.director@sapo.pt

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Comunidades, Destaques, Economia, Editorial, Inclusão, Política. ligação permanente.

Uma Resposta a EDITORIAL: ” A resposta está no interior do país”

  1. Joaquim Vitorino diz:

    É para mim uma grande honra, ser colaborador do Jornal de Oleiros, por várias razões; a amizade e estima, que tenho para com o seu ilustre Director, Sr. Paulino Fernandes, a grande empatia que sinto pela Beira interior, e o grande desafio com que sou confrontado, ao escrever para o Jornal de Oleiros, onde um grupo de talentosos colaboradores do mais alto nível, a começar pelo seu Director, escrevem também. Os temas são variados, mas acima de tudo, o Jornal de Oleiros, vem assumindo a defesa dos mais desfavorecidos, não só pelo meio em estão inseridos, mas também pelo desprezo, com que sucessivos governos os têm contemplado; esta assimetria de tratamento, entre litoral e interior vai mudar, o jornal de Oleiros, estará na vanguarda dessa mudança, afirmando-se como, O Grito do Interior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *