48 horas de voluntariado em Idanha – “Uma ajuda, um sorriso” por Carmo Barroso

48 Horas de Voluntariado – “Uma Ajuda, Um Sorriso”

Voluntários em Idanha

O Clã José Silvestre Ribeiro do Agrupamento 326 dos Escuteiros Idanha-a-Nova desenvolveu no passado dia 22 de fevereiro um concerto solidário inserido no projeto “48 horas de voluntariado – uma ajuda, um sorriso”, que teve lugar no Fórum Cultural em Idanha-a-Nova, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova na figura da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Idanha-a-Nova (CPCJ).

Idanha-a-Nova

As atuações estiveram a cargo de Rui Aziago (Ruca) um filho do Concelho e dos Clã 6030 de Vila Velha de Ródão, que voluntariamente abraçaram a iniciativa. O evento foi um sucesso, tendo contado com a presença de 182 pessoas, dos quais diversos representantes da Autarquia e Instituições do Município, que acarinharam a iniciativa com a doação de alimentos/brinquedos/peças de vestuário de criança.

Tiveram ainda lugar outros dois momentos de recolha de bens, um no dia 23 de fevereiro na missa da Capela do Espirito Santo e dia 24 na missa da Igreja Matriz.

A organização desta iniciativa ficou muito satisfeita, com os resultados alcançados, foram recolhidas centenas de alimentos/brinquedos/peças de vestuário de criança que vão reverter a favor da CPCJ, para posterior distribuição pelas famílias carenciadas que se encontram a ser acompanhadas por esta instituição.

O povo deste concelho, provou uma vez mais, que não esquece os que mais precisam.

* Com Carmo Barroso, Correspondente em Idanha-a-Nova

Carmo Barroso

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Autarquias, Comunidades, Destaques, Idanha-a-Nova. ligação permanente.

2 Respostas a 48 horas de voluntariado em Idanha – “Uma ajuda, um sorriso” por Carmo Barroso

  1. Joaquim Vitorino diz:

    Não podemos esquecer as nossas crianças, elas são as principais vítimas desta crise; dou os parabéns à organização desta nobre iniciativa, muitas vezes são os pobres, que estão na linha da frente, para ajudar os que ainda têm menos que eles; hoje o Sr. Presidente da República falou dos grandes desníveis da interioridade; já o deveria ter feito, mas nunca será tarde; ao governo, os problemas do interior vão passando ao lado.Um abraço para a Idanha-a- Nova, e também a Carmo Barroso, pelo excelente trabalho.

    • Carmo Barroso diz:

      Muito obrigado a toda a equipe que proporcionou e fez acontecer este momento de voluntariado.
      Estamos todos de parabéns, fazer o bem… Faz-nos tão bem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *