“O Manda chuva”, por Carlos Fernandes

“O manda chuva “

Manda chuva

Para Nicolau Maquiavel, reconhecido como fundador do pensamento e da ciência política moderna, as formas de governo são subdivididas em 2 grupos, o de “formas puras” e o de “formas impuras”:

Formas PURAS de Governo (governo para o bem geral):

Formas IMPURAS de Governo (governo para o bem individual ou de um grupo):

Depois desta breve introdução , poderemos melhor analisar o meio envolvente, sem querer julgar quem quer que seja, neste nosso Portugal, no que a vilas e aldeias diz respeito, as formas impuras de governar teimam em perdurar, e o mais interessante é que quanto mais no interior e menos pessoas existirem, mais se efetiva esta forma de governação .

Há sempre o Manda chuva do alto do pedestal que se acha dono  senhor quiçá comendador da sua gente e exerce sobre ela mais que um fascínio, um autêntico terrorismo social, quer através do estigma do emprego do favor da falsa amizade, da corrupção indirecta , pensando ele coitado, debaixo da capa do seu narcicísmo que é um imprescindível .

Enganem-se os mais desatentos, este desempenho já é antigo e conhecido, alimenta o medo, mas no fundo tem medo que o medo acabe. Na nossa aldeia continua a haver alguém que resiste alguém que diz não, alguém que mais que obedecer ao Manda chuva, continua a elevar a sua voz o seu pensamento até que a voz lhe doa, é assim que os serranos gostam da aldeia, aqui os lobos continuam a uivar .

Tudo isto é triste, mas grande verdade é que tudo isto existe. Hoje mais que nunca a cidadania, a discussão de ideias a solidariedade, justiça equidade e liberdade, são bens e direitos alienáveis de todos nós.

Bem hajam

* Carlos Fernandes

Director-Adjunto

Carlos Fernandes

  

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Comunidades, Destaques, Economia. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *