CDS quer extinguir Câmaras, PSD não

Paulo Portas

O CDS marca terreno e avança para a extinção ou agragação de municípios. Está no memorando de entendimento com a Tróika, afirma. O PSD diz não. Não está no memorando afirma.

O CDS diz ainda que não faz sentido extinguir ou agregar freguesias e não proceder de igual forma com as câmaras.

É provável que este novo desafinar tenha algo a ver com o OE e o clamor de oposição ao mesmo, podendo perspectivar uma crise política, tanto mais que, apesar dos cortes de benefícios e aumentos de impostos,

Os chefes do governo

os chefes do governo afirmam já estar preparados para novos cortes. Aguentará o CDS tal embate?

Parece-nos que não.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques, Economia, Opinião, Política com as tags . ligação permanente.

Uma Resposta a CDS quer extinguir Câmaras, PSD não

  1. António Graça diz:

    O CDS tem vindo a engolir manadas de sapos vivos ao subscrever medidas que combatia na sua afirmação doutrinária. No dia em que a sua complascência com os desastres governamentais se esgotar, o governo deixará de ter condições para continuar. Depois, ninguém sabe o que poderá acontecer, isto porque:
    1º O presidente da República não tem credibilidade para patrocinar um governo de “salvação nacional”
    2º Um governo com essa origem, nunca passaria no parlamento, já que, os partidos apenas lutam pelos seus interesses e pelos daqueles que, eventualmente , “patrocinem” a sua chegada ao poder
    3º A realização de eleições antecipadas traria grandes custos ao país e nada resolveria, uma vez que as alternativas não são melhores que a actualidade.
    4º Agita-se muito, nos últimos tempos, com a possibilidade de um governo de esquerda, algo que é utópico, jáque as várias esquerdas não se entendem, e as ideologias não representam competências, não sendo, portanto, a esquerda mais capaz para governar, antes pelo contrário, que as outras correntes políticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *