Portugal, razões para forte preocupação

PORTUGAL (Censos 2011)

Portugal

Razões para fortes preocupações

Somos actualmente 10 562 178 e em 2001, 10 356 117

Crescemos em 10 anos apenas 206 061 mas, estes números são enganadores.

O acentuar da crise alterou seguramente este aparente crescimento. Os que emigraram (muitos e em crescimento) e as comunidades estrangeiras em debandada, colocaram Portugal em crescimento negativo e estagnado.

O que mais me preocupa

Bandeira

Vivemos 50% em apenas 33 concelhos de um total de 308 municípios, concentrados no litoral, deixando ao abandono o interior.

STa Cruz (Madeira), Mafra e Alcochete

São os concelhos que mais cresceram

Montalegre, Mourão e Alcoutim

São os concelhos que perderam mais pessoas

Lisboa, Sintra e Vila Nova de Gaia

São os concelhos mais populosos com 547 733, 377 835 e 302 295 pessoas respectivamente.

Somos mais qualificados

Esta a única nota positiva. Metade da população fez o ensino básico (até ao 9º ano), 31% completaram o secundário e 15% tem uma licenciatura. Em 1991, 11% da população era analfabeta e hoje apenas 5,2 % possuem esse estatuto, basicamente mulheres idosas.

No entanto, em 2011 ainda havia 10% de portugueses sem qualquer nível escolar completo.

Apenas 48% da população

Está em actividade. Os restantes, a maioria, são estudantes, domésticos, reformados e desempregados.

Dos que trabalham

70% estão nos serviços e apenas 3% na agricultura e na pesca.

As maiores comunidades estrangeiras

São por esta ordem a brasileira, cabo verdeana, ucraniana, angolana, romena e guineense.

As religiões que mais cresceram

Foram os Ortodoxos (+ 224%) (56 550), outros não Cristãos (+106%) (28 596), Judeus (+ 72,6%) (3061), Muçulmanos (+ 71,8%) ( 20640), Protestantes (+ 56%) 75 600)

Apenas os Católicos reduziram

Em 1%, sendo no entanto a comunidade maioritária com cerca 7,2 milhões de crentes, seguida dos sem religião que são 615 mil e que cresceram 79%.

Portugal – Números principais

Portugal             2011               2001

População     10 562 178     10 356 117

Mulheres        5 515 578        5 355 976

Homens           5 046 600       5 000 141

Famílias           4 048 559       3 654 633

Alojamentos    5 878 756        5 054 922

Edificios           3 544 389        3 160 043

Parlamento – Deputados

Assembleia da República

Partido      Deputados

BE                     8

PCP                 14

PEV                   2

PS                    74

PPD/PSD     108

CDS/PP          24

Total             230

* Fonte: INE

PF

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Comunidades, Economia, Editorial com as tags , , . ligação permanente.

2 Respostas a Portugal, razões para forte preocupação

  1. É preocupante mas a maioria do povo vai continuar a dormir e preocupados com o futebol, dando tempo aos demolidores da pátria de se encherem de fugirem e quando a bernarda estoirar quem vier atrás que feche a porta….

  2. D. Rosario diz:

    Carissimo D. Paulino
    o Seu trabalho è verdadeiramente optimo e excepcional!
    Cumprimentos cordiais.
    D. Rosario

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *