EDITORIAL: “Um país sem norte…”

Director do Jornal de Oleiros

EDITORIAL

” Um país sem norte…”

As últimas horas em Portugal foram assombrosas, feias, preocupantes.

Percorrendo as redes sociais, percebe-se quanto o país está indignado, como sofre, como está inseguro. Não é para menos.

Revi as imagens de Guimarães, Capital europeia da cultura e vi com atenção aquele casal de mão dada a “fugir apressadamente“, protegido por um staff certamente surpreendido, por uma chuva de assobios.

Era o casal presidencial, aquilo que se costuma designar por última referência…de um pôvo em república…fiquei siderado.

Já não é isso, não sabemos o que é agora.

O Presidente, talvez pela idade avançada, disse o que não devia dizer, viu-se “repreendido em público pelo primeiro-Ministro que lembrou deverem os sacrifícios ser repartidos por todos e, finalmente ( ou de novo), deixou cair a falsa máscara da comiseração pelos mais desprotegidos.

Não esteve bem e o Pôvo não lhe perdoa.

No mesmo dia em que outra veneranda Senhora, administradora do Banco de Portugal, Dra Teodora Cardoso, vem dizer que para se cumprir a Lei, é necessário pagar os subsídios aos funcionários do Banco de Portugal, esse banco que afinal não é do Estado, tem um estatuto próprio, independente…

O país está de “cabeça perdida“, os seus mais distintos líderes não exibem solidariedade, preocupam-se apenas com eles próprios. 

É inaceitável.

Paulino B. Fernades

Director

email: jornaldeoleiros@sapo.pt

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Editorial, Política com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *