É preciso defender a linha da Beira Baixa

É urgente defender a linha da Beira Baixa!

...ainda a vapôr...

O caminho de ferro constituiu um enorme avanço no transporte de bens, mercadorias e pessoas, dando um forte contributo para o desenvolvimento económico, social e regional do país. Apesar das sucessivas campanhas de desinvestimento e de desmantelamento concretizadas por governos do PS, PSD e CDS, ainda hoje representa um importante e estruturante instrumento para o desenvolvimento sustentado garantindo a segura circulação de mercadorias, de bens, de trabalhadores, de populações,… dentro e fora do país e com altos benefícios para o ambiente.

A linha da Beira Baixa tem uma importância estratégica acrescida para a região e para o país pois estabelece ligações com o litoral, nomeadamente com a capital e é a única complementar e/ou alternativa à linha da Beira Alta na ligação internacional.

Esta é uma verdade incontornável! Outra são os milhões e milhões que nela foram investidos (os jornais afirmam que só na reabilitação de túneis já lá vão 7,7 milhões de euros!,,,).

Assim sendo torna-se difícil entender como é que o PS e o actual governo se submetem à imposição ditada pela “troika” de extinção do estratégico troço entre a Covilhã e a Guarda! Se assim fosse mais rápido ainda se trilharia o caminho do isolamento das “gentes deste interior”, penalizaria de forma gravosa o desenvolvimento económico desta região e o país ficaria mais isolado… Estamos certos que os agentes políticos e económicos e as populações, saberão intervir para não deixar que esta solução vingue!…

Aliás, a Assembleia Municipal de Belmonte já por variadas vezes soube intervir e aprovar posições, por unanimidade, na defesa e reabilitação completa da linha da Beira Baixa!

Perante tudo isto e tendo presente declarações do Presidente da Câmara de Belmonte aos órgãos de comunicação social, o PCP não pode deixar de manifestar a sua incredulidade com as soluções por ele avançadas de onde concluimos que o autarca não só se dá por vencido na defesa desta linha como ainda faz sugestões de como a enterrar rapidamente!

Esta linha tem certamente potencialidades turísticas, mas será um erro crasso pretender reduzi-la apenas a essa dimensão! Isto significaria, a breve prazo, sentenciá-la à extinção…

Como se não bastasse a CP prepara-se para abolir a ligação rodoviária de passageiros que actualmente tem contratualizada com a Joalto/Rodoviária das Beiras SA… E da Câmara PS nem uma palavra ou sugestão ainda foi ouvida! Isto é, a principal preocupação desta autarquia é uma proposta surrealista, tanto para o futuro da linha da Beira Baixa, enquanto infraestrutura de desenvolvimento da região e do país, como para o concelho de Belmonte!

Num contexto de ameaça de introdução de portagens na autoestrada, sem comboio, sem ligações de autocarro permanentes e em que as populações se confrontam com cada vez mais dificuldades na sua mobilidade esta proposta esquece os reais problemas das pessoas e do desenvolvimento económico!

O PCP declara que podem as populações contar com o seu empenho e continuará a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para defender o serviço ferroviário público, nomeadamente na defesa da recuperação total da linha da Beira Baixa, como linha estratégica que é para o desenvolvimento da região e do país!

  * Comissão Concelhia de Belmonte do PCP

Nota do Director: É preciso defender o interior e combater por todos os meios o abandono. São as estradas, os investimentos, agora o comboio e outros meios de transporte. Não é aceitável.

O nosso jornal, independentemente das fontes, estará ao lado e será um veículo previligiado deste “combate” em tudo o que fôr aceitável e indispensável para a região.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Autarquias, Belmonte, Destaques, Economia com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *