JORNAL DE OLEIROS ESTÁ DE LUTO: João Ramos, Presidente do Conselho Editorial deixou-nos

Profundo lamento pelo falecimento do Amigo João Ramos.

É o que nos chega e, com prazer divulgamos.

Um obrigado a todos,

Director

………………………………………………………..

Bom dia Ilustre Director,

De facto, é uma enorme perda para a nossa terra. A riqueza dos seus escritos e a arte do seu pensamento deixará de aparecer no Jornal de todos nós. Nestes momentos ficamos sem verbo para redigir algo de basilar.

Recordo a sua acostumada prudência, as suas doutas palavras e o seu eterno amor a Oleiros.

Paz à sua alma.

Fernando Freire

Vereador da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha e Amigo

………………………………….

 

É com profundo pesar que a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa informa que faleceu, hoje de manhã, o Dr. João Henriques dos Santos Ramos.

O Dr. João Ramos, procurador-geral adjunto, tinha 56 anos e exercia actualmente funções de coadjuvação à Procuradora-Geral Distrital de Lisboa. Estava colocado no Tribunal da Relação de Lisboa, na área criminal, desde 2004, foi magistrado no DIAP de Lisboa, foi coordenador nacional do Ministério Público para o EURO 2004 e participou em diversas instâncias internacionais sobre matérias criminais e de segurança.

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, com mágoa, apresenta sentidas condolências à família.

O corpo está em câmara ardente, esta tarde, a partir das 17.00 horas, na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, de onde sai amanhã, Domingo, às 09.00 horas, para o Estreito, realizando-se a missa de corpo presente na Igreja do Estreito às 12.00 horas.”

http://www.pgdlisboa.pt/pgdl/home.php

………………………… 

Realizou-se já o Funeral de João Ramos.
Impressionava a quantidade de pessoas que estiveram no Estreito (Oleiros), evidentemente Autoridades como a Procuradora-Geral Adjunta da República, Presidente do Tribunal da Relação, Magistrados, Juízes, o Presidente da Câmara de Oleiros, Vereadores, Presidentes de Junta, Amigos e o Pôvo em massa.
Extraordinário.
O nosso jornal esteve representado pelo Director e pela generalidade dos Colaboradores.
A Missa do Sétimo dia realiza-se em Lisboa, no próximo sábado, pelas 16H00 na Igreja do Campo Grande.
…………………..

 

O Velório de João Ramos que viveu entre 24 de Setembro de 1954  e 22 de Janeiro de 2011,  está a decorrer desde as 17 horas na Igreja do Campo Grande em Lisboa.

São muitos os Amigos que acorreram, de todo o Concelho, do Distrito de Castelo Branco e, evidentemente, muitos Familiares e Colegas de profissão.

Eram verdadeiramente muitos e, amanhã, bem cêdo, muitos o iremos acompanhar até ao Estreito, Concelho de Oleiros.

O Funeral será  às 12H30 no ESTREITO EM OLEIROS.

………….

O Jornal de Oleiros, a Família, os Amigos, Oleiros, o Estreito e a Magistratura Portuguesa perdem um grande vulto.

João Ramos, Ilustre Magistrado, Presidente do Conselho Editorial do Jornal de Oleiros, deixou-nos esta noite.

Jantar Amigos do Jornal

É uma perda enorme para todos na região.

Aqui deixamos a nossa gratidão pela Sua amizade e pelo apoio incondicional a um jornal que tanto apoiou.

Director

…..

Faleceu o Dr. João Ramos

A notícia, como quase sempre acontece, neste tipo de situações, caiu inesperada e tristemente, O nosso Amigo e presidente do Conselho Editorial, Dr. João Ramos, deixou este mundo a noite passada.

As palavras são, em nosso entender e neste caso, insuficientes para expressar sentimentos, correndo-se o risco de cair em lugares comuns que podem parecer desprovidos de profundidade. Mas, numa sociedade como a portuguesa, em que os valores da ética, da honestidade e da verticalidade andam cada vez mais ignorados, uma palavra tem de ser dita de homenagem ao João Ramos, que prezava e cultivava esses valores, ficando nas nossas memórias como um marco de referência dos mesmos.

Oleiros perde um natural do Concelho, estudioso profundo dos seus temas, conforme patente no excelente artigo a publicar na próxima edição do nosso jornal, que perde também um dos seus mais valiosos impulsionadores

Os problemas de saúde que o afectavam há já vários anos, e que, a sua coragem e resistência sempre tinham conseguido levar de vencida, foram, desta vez, mais fortes que ele.

Que descanse em paz.

António Lopes Graça

……………………………………………..

À memória do Dr. João Ramos

 

A alma se reparte em pensamentos

Sobre a dor, dorida se derrama

Solta gemidos, lágrimas, tormentos

Debalde, contra a morte, reclama.

 

Áureo fio subtil à vida, devora

A negra mão de Átropos, insana

E o leva, a cruel, para onde mora

A noite, etérea soberana.

 

Céus! Quem nos reduziu a tal destino?

Quem nos dá tão lutuosa veste?

É sombra vã, ou é divino…

Que nos leva a vaguear em ermo celeste.

 

Tu, que só vivias a Brandura

Vai, saúda Nume, e vive

Eternamente. A tua visão perdura,

Nos corações dos teus convive.

 

De notáveis virtudes escoltado

À eterna claridade conduzido

Por Respeito, por Nobreza admirado

Na terra, por nós, jamais esquecido!

 

Manuela Marques

Professora

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, História, Oleiros com as tags , , . ligação permanente.

6 Respostas a JORNAL DE OLEIROS ESTÁ DE LUTO: João Ramos, Presidente do Conselho Editorial deixou-nos

  1. O Jornal de Oleiros agradeçe as mensagens recebidas.
    Um abraço ao Amigo Silvino que nos escreveu de Natal. A Sua mensagem que muito agradecemos, chegará seguramente à Família do Iliustre Magistrado e Amigo.
    Paulino B. Fernandes
    Director

  2. Qualquer vida humana é insubstituível, mas quando esta se reveste com a luta por ideais maiores, como é o caso do Dr. João Ramos a perda é incomensurável.
    Os meus sentidos pêsames à família e demais amigos.

  3. Hugo Teixeira Francisco diz:

    Muitas vezes em público, algumas mais em privado, tive oportunidade de conversar algumas vezes com o Dr. João Ramos, sobre vários assuntos, mas sempre culminando na sua paixão e devoção por Oleiros.
    Não o tendo conhecido bem, sempre vi no Dr. João Ramos uma vontade enorme de ser, e viver Oleiros, apostando em projectos, como este jornal, e dando o seu cunho pessoal às sua intervenções e aos seus artigos.
    Digo sem nenhuma dúvida que Oleiros fica mais pobre, perdendo um seu aficionado incondicional, que muito teria para dar, e que muitas expectativas alimentava, para o futuro do concelho.

    • Trata-se Amigo, de uma enorme perda.
      Perdemos todos.
      Um grande Homem e, como diz, um dos mais informados e devotos de Oleiros.
      Aqui no Jornal de Oleiros sentimos muito esta perda. Perdemos o Presidente do Conselho Editorial além de um Amigo.
      É coisa de muito lamentável e o nosso Amigo tinha só 54 anos. Tinha muito para nos dar.
      Director

  4. Auguto de Matos diz:

    Foi uma perda bastante importante para todos nós, Amigos que com ele conviveram.
    Augusto Matos
    augustodematos@sapo.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *